Cargando...

Kleber alega danos morais e cobra mais de R$ 30 milhões do Grêmio

Publicado em 08 - 05 - 2015
Kleber alega danos morais e cobra mais de R$ 30 milhões do Grêmio

Kleber Gladiador deixará o Gremio

Jogador conseguiu nesta semana liberação para ir a outro clube de forma liminar e pede, além da rescisão, multa por danos morais e atraso nos direitos de imagem

Além de conseguir em caráter liminar a desvinculação do Grêmio, Kleber cobra cerca de R$ 30 milhões do clube gaúcho. Entre as intenções colocadas na petição do processo, está o pedido de pagamento de multa por danos morais. Caso tenha êxito na tentativa, o Gladiador poderá receber mais R$ 17,3 milhões, sem contar a quantia oriunda da rescisão e dos atrasos em direitos de imagem.

Por meio desses documentos, é possível aferir que a pedida de Kleber na Justiça vai além dos R$ 12 milhões projetados, relativos ao restante de seus vencimentos até o final do vínculo, em dezembro de 2016.

Afastado desde o início do ano do elenco, após retornar de empréstimo do Vasco, Kleber também alega danos morais. De acordo com o texto, treinar separadamente do grupo foi uma "situação humilhante e vexatória". A petição quer, portanto, uma indenização equivalente a 50 salários do atleta, que, atualmente, é de R$ 350 mil, totalizando R$ 17,3 milhões.

+ JOGADOR DO CHELSEA PODE FICAR LIVRE NO MERCADO

+ FELIPÃO ESTÁ DE OLHO EM JOGADOR DO FLAMENGO

Foi, no entanto, com os atrasos nos direitos de imagem que os advogados de Kleber conseguiram a brecha para obter a liberação provisória do vínculo. O contrato do jogador com o Grêmio reza que a rescisão será possível após o atraso de três meses dos direitos de imagem. De acordo com a petição, há cinco meses sem recebimento da quantia de R$ 233 mil. Assim, são mais de R$ 1,1 milhão que Kleber teria a receber.

Somando, portanto, rescisão, danos morais e atrasos nos direitos de imagem, o atleta cobra, no mínimo, R$ 30,4 milhões. Curiosamente, é um valor semelhante à cláusula de venda de seus direitos econômicos a um clube brasileiro, estipulada no contrato em R$ 40 milhões. Apesar de Kleber ter obtido a liberação liminar, o processo promete ser longo. Questões trabalhistas costumam se arrastar na Justiça. De acordo com o advogado do Grêmio, Gabriel Vieira, a média é de resolução entre três e quatro anos.

Notícias Mais Lidas

Deixe seu comentário