Botafogo Mercado da Bola 2 Notícias 

Atacante, do Atlético-MG, é o alvo principal do Botafogo

Glorioso negociou pelo jogador durante toda a semana e novo diálogo ocorre nesta sexta

Não é segredo que o Botafogo ainda busca contratar um atacante e os alvos sondados são muitos, porém o nome que atualmente mais concentra os esforços do clube é o de Guilherme, do Atlético-MG. O jogador de 24 anos agitaram os bastidores alvinegros durante esta semana e, apesar das dificuldades vistas, o diálogo entre o Glorioso e uma pessoa ligada ao atleta é constante. Inclusive, está prevista para esta sexta-feira mais uma importante rodada de negociação.

Existe um grande interesse do Botafogo pelo jogador e o empresário do atacante está disposto a colocá-lo no Alvinegro, mas a incompatibilidade no modelo apresentado pelo agente para a transação é o que está travando o acordo. Foi proposto ao Glorioso a compra de parte dos direitos econômicos do atleta, mas o clube considerou a pedida cara e afirmou que o ideal seria um empréstimo, opção que ainda traria vantagens para o jogador, que não atuou neste ano por conta de problemas pessoais e devido a uma lesão na panturrilha esquerda. Esses fatos fizeram com que ele perdesse espaço no Atlético-MG.

>> VEJA TAMBÉM: EM BAIXA NO MILAN ROBINHO DEVE VOLTAR A JOGAR NO BRASIL

A contratação está longe de ser fácil, pois o Botafogo não dispõe da verba pedida em um primeiro momento, mas como a parte salarial do jogador é compatível com a realidade alvinegra – Guilherme ganha cerca de R$ 250 mil por mês -, o clube segue na batalha para tentar tornar a transferência viável, convencendo o Atlético-MG e o empresário de um empréstimo ou uma redução no valor da aquisição. Diante das barreiras a serem vencidas ainda, não há uma data estabelecida para o término das tratativas.

Por ter comprado Guilherme em 2011 por 6 milhões de euros, R$ 14 milhões na época, junto ao Dínamo de Kiev (UCR), o Atlético-MG faz jogo duro na parte financeira para evitar um grande prejuízo. O atacante tem 60% dos direitos econômicos ligados ao Galo e está vinculado ao clube até o fim de 2014.

HISTÓRICO DE LESÕES É FATOR NEGATIVO

Guilherme já teve status de ídolo no Cruzeiro, no começo da carreira, mas no Atlético-MG ainda não convenceu parte da torcida por estar envolvido constantemente com lesões. A última, na panturrilha esquerda, o fez perder todos os oito jogos do Galo nesta temporada e só o deixou voltar aos treinos com o grupo no fim de fevereiro.

Em 2011, no primeiro ano de Guilherme no Atlético, ele só marcou dois gols em 16 jogos. Desde a chegada, em março, o atacante conviveu com seguidas lesões musculares e pouco atuou, despertando preocupação.

Já durante 2012, o número de partidas feitas por Guilherme aumentou para 39 e o número de gols para sete, mas ainda assim, as estatísticas ficaram abaixo das expectativas da torcida atleticana. Algumas lesões o incomodaram, mas ele chegou a emplacar uma sequência no time titular durante o segundo turno do Brasileirão.

Na metade de 2012, o Botafogo chegou a se interessar por Guilherme e o fez uma sondagem, mas a diretoria do Atlético-MG e o empresário do jogador não se interessaram pela procura do Glorioso.

Fonte: lancenet.com

Artigos Relacionados

Leave a Comment