Notícias 

Flamengo vence o Atllético PR e se consagra tricampeão da Copa do Brasil

Elias e Hernane marcam os gols do Rubro-Negro carioca e iniciam a festa no Maracanã. Time garante vaga na Taça Libertadores do ano que vêm

Diante do Atlético-PR, o Flamengo foi da profunda crise à redenção, em um ciclo que se fecha com capricho, com o título da Copa do Brasil. A vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR nesta quarta-feira, no Maracanã, é o último capítulo de uma história que não parecia nada boa para o time carioca em setembro, quando perdeu para este mesmo time, neste mesmo estádio, e ficou também sem o técnico Mano Menezes. Em uma virada completa, a torcida que lotou o estádio (57.991 pagantes e 68.857 presentes, com renda de R$ 9.733.785,00) e comandou a festa para comemorar a terceira conquista do clube na competição (1990 e 2006), que vale vaga na Taça Libertadores do próximo ano, e a primeira do novo Maracanã.

Veja a galeria de fotos da vitória do Mengão sobre o Atlético PR por 2 x 0

Elias foi a principal peça para que o Flamengo vencesse o Campeão Brasileiro Cruzeiro e arrancar de vez na Competição ( Foto: globoesporte.com)

Com o 1 a 1 na última quarta-feira, em Curitiba, o Rubro-Negro carioca jogava por um empate por 0 a 0 ou por qualquer vitória. Vitória que chegou nos minutos finais, primeiro com Elias, e depois com o Borcador, artilheiro da Copa do Brasil com oito gols, e do novo Maracanã, com 17. Foi sofrido, brigado, o que só aumentou o sabor da comemoração da torcida. E os jogadores foram junto, correndo em direção às arquibancadas em total comunhão. De lá, os gritos de “Fica Elias”, pois o volante tem o contrato encerrado no fim do ano.

– Eu já falei que se depender de mim eu vou ficar, mas é muita coisa envolvida, não é só o Sporting, tem empresários também. Nem queria falar sobre isso antes dos jogos, focar só em vencer, mas agora, praticamente de férias, vamos pensar isso com Walim, meu pai e o Sporting – disse o volante.

Veja também: Elias fala sobre sua possível volta ao Corinthians

O Brocador pode não ter habilidade nem um repertório de dribles, mas o negócio dele é botar a bola pro fundos da redes (Foto: globoesporte.com)

Hernane ganhou um troféu por ser o artilheiro da competição, mas tinha mais outros motivos para comemorar. O ano foi de conquista de espaço para o Brocador, também goleador do time no Brasileiro (com 14), e na temporada, com 34 gols. O atacante valorizou a força da torcida na decisão e durante toda a campanha.

Torcida do Flamengo faz um lindo mosaico quando o time entra em campo no Maracanã (Foto: globoesporte.com)

– Com 60 mil (torcedores) não poderia ser outro resultado a não ser o título. Mas para todos que estão aqui, queria dizer que a união faz a força, e a torcida empurrou o time. Não estou nem acreditando. Voltei do intervalo e falei que o gol do título eu faria, e Papai do Céu me abençoou. Agora é comemorar.

O Novo Maracanã antes mesmo da bola rolar já apresentava ótimo público para sua primeira final de um clube (Foto: globoesporte.com)

A conquista do Flamengo tem a cara de Jayme de Almeida, que ganhou a missão de conduzir um time destroçado pelo pedido de demissão de Mano Menezes após a derrota para este mesmo Atlético-PR, só que pelo Brasileiro, por 4 a 2. Dali a poucos dias aconteceria a primeira partida das quartas de final contra o Botafogo. Eliminar o rival, um mês depois, com uma sonora goleada por 4 a 0, deu liga ao elenco na competição, já credenciado por ter deixado pelo caminho o campeão brasileiro Cruzeiro. O Rubro-Negro passou com certa facilidade pelo Goiás na semifinal, até chegar diante do Furacão, para fechar o ciclo, do quase apocalipse à redenção com a taça. No fim, o técnico foi cercado pelo jogadores, abraçado e consagrado como comandante do título. A torcida, no entanto, não esqueceu a atitude do antigo treinador e gritou palavras de ofensa a Mano após o apito final.

– Se estamos aqui comemorando temos que agradecer ao Atlético-PR, porque se não perdêssemos aquele jogo não teríamos dado a virada. Agora estamos aqui comemorando esse título – disse o goleiro Felipe.

Artigos Relacionados

Leave a Comment