Notícias 

Vélez aceita conversar com Palmeiras sobre pedidos de Gareca

Com dívida de R$ 50 mi, clube argentino pretende negociar dois jogadores

Peças de confiança de Ricardo Gareca, Fernando Tobio e Lucas Pratto não enfrentarão resistência para seguir os passos de seu ex-treinador no Palestra Itália. Com uma dívida de cerca de R$ 50 milhões e um rombo financeiro que vem crescendo a cada ano, o Vélez Sarsfield precisa fazer dinheiro e promete não criar maiores obstáculos na liberação da dupla.

O presidente do Vélez Miguel Calello esclareceu a situação dos dois atletas.

“Não há o que fazer da nossa parte em relação ao Tobio porque ele tem contrato se encerrando em julho e ficará livre para decidir o seu destino. Com Pratto, a situação é diferente, ele conta com vínculo até 2016, é um grande atacante, mas, em caso de oferta interessante, estamos dispostos a sentar para conversar”, afirma Calello.

VEJA OS TREINADORES GRINGOS QUE JÁ ESTIVERAM NO BRASIL

E sobre o seu ex-treinador, Calello não poupou elogios:

“Mais do que um grande treinador, ele é uma grande pessoa. Esteve conosco em um projeto maravilhoso e não tenho dúvida de que, se encontrar as condições ideais, poderá fazer o mesmo também pelo Palmeiras”, analisa o presidente do Vélez, Miguel Calello.

Nos últimos cinco anos, o Vélez ganhou três títulos argentinos e um supercampeonato. As conquistas vieram ao custo de um endividamento que fez com que o time então referência no futebol local pelo controle de suas contas acompanhasse um aumento recorde de seu déficit no último balanço de 74 milhões de pesos (R$ 20 milhões).

A dívida do clube saltou de 97 milhões de pesos (R$ 26 milhões) para 171 milhões de pesos (R$ 46 milhões)

Dessa forma, o Vélez se vê praticamente obrigado a abrir mão de Lucas Pratto, um atleta querido internamente, que corresponde em campo, mas considerado no momento um dos caminhos para equilibrar os cofres. Ele é alvo do assédio também de times mexicanos. Tobio, por outro lado, aguarda apenas o fim de seu contrato e, a princípio, teria a sua vinda dificultada pelo interesse de clubes como Sevilla e Benfica. Mauro Zárate é outro que está deixando Liniers a caminho do West Ham.

O Palmeiras já perseguia o nome de Pratto antes mesmo de procurar Ricardo Gareca. No início do mês, o jogador revelou que aceitaria um acordo de produtividade para atuar no Palestra Itália.

Gareca desembarcou no começo da tarde desta quarta-feira em São Paulo, visitou a Academia do Futebol, posou para fotos ao lado de José Carlos Brunoro e fechou contrato no fim da noite.

O presidente Paulo Nobre foi voto contra o argentino e defendeu a vinda de profissionais brasileiros com o argumento de que um estrangeiro teria dificuldades para se adaptar e essa não seria uma boa hora de realizar esse tipo de experiência.

Artigos Relacionados

Leave a Comment