Notícias 

Garoto com doença rara visita seleção e faz Neymar chorar

Leonardo Marques Tomé, vítima de artrogripose*leu uma carta aos jogadores antes do treino. Visita foi combinada entre Felipão e Luciano Huck

O primeiro treinamento da seleção brasileira nesta quinta-feira (29), em Teresópolis, teve uma interrupção para que os jogadores recebessem uma visita. O estudante Leonardo Marques Tomé, de 17 anos, vítima de artrogripose*, foi levado ao campo para uma conversa com os atletas e o técnico Luiz Felipe Scolari, logo após o aquecimento.

Andando de cadeira de rodas, Tomé leu uma carta contando sua história de vida e a sua paixão pelo futebol. Foi ouvido atentamente pelos jogadores. Neymar chegou a chorar. No fim do treino, o zagueiro David Luiz aproximou-se novamente do garoto e observou ele, sentado no gramado, fazer embaixadinhas com a bola da Copa.

ARTE DAS RUAS EM FORMA DE PROTESTO

Tomé foi diagnosticado logo que nasceu com artrogripose*, doença congênita que afeta as articulações. Segundo a CBF, a visita do adolescente foi um pedido de Felipão ao apresentador Luciano Huck. A viagem toda de Leonardo Marques Tomé a Teresópolis foi acompanhado pelo global e pela equipe do programa Caldeirão do Huck.

O zagueiro David Luis ficou próximo ao garoto que fez embaixadinhas.

Artigos Relacionados

Leave a Comment