Notícias 

Dirigente vê em velocidade de Luque uma das armas por título nacional

Marcelo Medeiros falou dos reforços do Colorado e como vê o Inter no segundo semestre

Chegaram Martín Luque e Wellington Silva. Aránguiz foi comprado e não há propostas para nenhum jogador sair. Todavia, o Inter evita fechar as portas para uma nova contratação. Tampouco vende ilusões de que conseguirá passar imune pela janela de transferências. É o desejo, mas Marcelo Medeiros adota o tom ponderado para abordar os temas. O vice de futebol colorado espera ver o clube realizando uma boa intertemporada, com suporte para a sequência do ano e em condições de conquistar pelo menos um dos nacionais: Brasileirão ou Copa do Brasil. Melhor ainda se garantir os dois.

CBF DEFINIU TRIO FIXO DE ÁRBITROS PARA O BRASILEIRÃO

CONFIRA AQUI A MÉDIA DE PÚBLICO DA SÉRIE A

O dirigente não esconde o orgulho em ver Aránguiz, recém comprado em definitivo com a parceria do investidor Delcir Sonda, na Copa do Mundo. Relembra que o volante “é o único jogador do futebol gaúcho que está no torneio”. Mas o que gera maior expectativa na torcida, no momento, também pela novidade, é o aproveitamento de Martín Luque.

O argentino foi trazido do Colón – também graças ao empresário Sonda – para dar alternativa ao estilo de jogo da equipe. O atacante tem como principal virtude a velocidade. Em conversa com o GloboEsporte.com, Medeiros elogia a rapidez do reforço e aposta nele como uma das armas na busca por títulos.

– O Luque já vestiu a camisa da seleção da Argentina nas categorias de base. Fez por merecer esta condição e esperamos que ele dê continuidade neste tipo de futebol. Confiamos nas virtudes que ele apresentou. Ele tem muita velocidade. Há fatores que você pode aprimorar. Algumas você não consegue. Ou você nasce com elas ou não. A velocidade é uma delas. Ele irá nos ajudar.

Artigos Relacionados

Leave a Comment