Notícias 

Paulo Nobre avisa que não irá forçar a permanência de Valdivia no Verdão

Meia irá se reapresentar nesta quinta, depois de folga nesta semana. Wagner Ribeiro, agente do jogador, diz já ter por ele uma proposta, desconhecida por clube e estafe do Mago

A folga recebida por Valdivia após a eliminação do Chile na Copa do Mundo se encerrou nesta quinta-feira. O jogador se reapresentou no Palmeiras, e seu empresário, Wagner Ribeiro, ainda busca interessados pelo armador – a janela de transferências internacionais reabre no dia 14 de julho. Ciente disto, Paulo Nobre já prepara-se para um possível adeus do meia.

“Se vier uma proposta boa para ele e para o clube, não tem como segurar” – admitiu Nobre.

+ Copa: Garoto argentino fala quem é o melhor time

Aos 30 anos, o meia tem contrato com o Verdão até agosto de 2015, e sua transação gerou custos totais de R$ 36 milhões. Seu grande foco no ano era preparar-se para o Mundial, do qual La Roja foi eliminada nas oitavas de final, pelo Brasil.

Dono de um salário de quase R$ 500 mil, Valdivia é “dividido” da seguinte forma: o Palmeiras tem 54% de seus direitos econômicos, o próprio jogador, 10%, e Osório Furlan, que ajudou a trazê-lo, em 2010, os outros 36%.

Artigos Relacionados

Leave a Comment