Notícias 

‘Fantasma’ protesta em frente à Vila Belmiro contra votos e carteirinhas falsas

Santos avisa que ‘carteirinhas fantasmas’ de Al Capone, Pinochet e Don Corleone já estão bloqueadas

Um forte protesto com direito até a um ‘fantasma’ fez coro durante a reunião do Conselho Deliberativo do Santos na noite desta quinta-feira. A ação é comandada pela oposição santista, que denunciou a invenção de sócios pela situação para garantir mais votos na eleição. Conforme noticiou o ESPN.com.br, Don Corleone e Pinochet eram alguns dos que tinham direito a voto.

A diretoria do Santos garante que já resolveu o problema e bloqueou tais ‘carteirinhas-fantasmas’. A oposição, porém, divulgou um novo vídeo nesta quinta e garantiu que Don Corleone, por exemplo, segue tendo direito de voto na eleição do clube.

O protesto aconteceu nesta quinta porque os conselheiros se reuniram Vila Belmiro para decidirem a aprovação ou não do voto à distância já para as eleições presidenciais de dezembro. Um grupo se alojou na entrada principal do estádio Urbano Caldeira e protestou.

Com um caminhão de som, muitos fogos de artifício, uma bateria de escola de samba e faixas, cerca de 100 pessoas deixaram o clima tenso antes do início da reunião. “Vergonha, Conselho sem vergonha”, “Eu eu eu, o Conselho se vendeu”, “O conselho se vendeu e o fantasma apareceu”, “Ô Pinochet, cadê você, eu vim aqui só para te ver”, “Ei, você ai, avisa o Paulo Schiff que a casa vai cair”, “A que ponto chegou, até fantasma já tem computador” e “Uh, terror, Nardoni é do Santos”, foram alguns dos cânticos entoados pelos protestantes.

O clima ficou quente com a chegada de alguns conselheiros da situação, houve divergências, xingamentos e empurra-empurra.

Todas as carteiras abaixo tem como data de cadastro: 26/11/13

Alphonsus B. Capone, Bloqueada desde 20/02/14
Vito A. Andolini, Bloqueada desde 10/02/14
Edgar F.B. Fernandez, Bloqueada desde 28/02/14
Alexandre A. Nardoni, Bloqueada desde 05/03/14
A.J.R Pinochet, Bloqueada desde 17/02/14

Artigos Relacionados

Leave a Comment