Botafogo Copa do Brasil Cruzeiro Flamengo Notícias 

Grêmio pede efeito suspensivo e tenta paralisar a Copa do Brasil

O Grêmio entrou, na noite desta sexta-feira, com recurso no STJD e pedido de efeito suspensivo para anular a exclusão do clube da Copa do Brasil

Devido a atos racistas contra o goleiro Aranha, do Santos, no último dia 28, o Grêmio foi excluído da competição nacional, mas diretoria do clube entra com recurso para fazer o jogo de volta com o Santos. A ideia do clube é não deixar a competição seguir até a segunda instância em julgamento no Pleno que ainda não está marcado.

O clube esperou o recebimento do acórdão e entrou no início da noite com os pedidos no STJD. O recurso era algo anunciado pelos advogados gremistas tão logo o primeiro julgamento foi encerrado.

+ Definido os mandantes das quartas de final da Copa do Brasil, se ela continuar
+ Torcedora que causou a polêmica pediu perdão ao goleiro Aranha e ao Grêmio

A ideia é parar sorteios de arbitragem e demais questões referentes a Copa do Brasil até que a chave de Grêmio e Santos esteja decidida, seja por jogo ou ainda pela exclusão do clube. Se o pedido for deferido, a pena inicial é anulada até o segundo julgamento, que será marcado pelo Tribunal.

Em primeira instância, o Grêmio foi considerado culpado pelos atos racistas de alguns torcedores no duelo de ida das oitavas de final, na Arena. Na ocasião, um grupo chamou o goleiro Aranha de ‘macaco’ durante o segundo tempo do duelo, vencido pelo alvinegro do litoral paulista por 2 a 0. Além disso, foi imposta ao Grêmio uma multa de R$ 54 mil.

As alegações gremistas são que o clube faz campanhas repetidas para coibir a discriminação e que identificou e puniu os responsáveis por tais atos. Além de ter entregue à polícia imagens do sistema interno de câmeras do estádio que auxiliaram na investigação policial.

Artigos Relacionados

Leave a Comment