Atlético Mineiro Copa do Brasil Notícias 

Galo pode ser punido pela FIFA por suposta falta de pagamento por Tardelli

O Atlético Mineiro corre risco de ser excluído no Brasileiro por não ter pagado a 2ª parcela referente à compra do atacante

Um fato novo pode agitar ainda mais o Atlético-MG, antes da primeira partida da final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no estádio Independência. Se não bastasse toda a expectativa quanto à decisão com o maior rival e a polêmica com relação à venda dos ingressos, o clube alvinegro estaria sendo acusado pelo Al-Gharafa, do Catar, de não ter pagado a segunda parcela, no valor de 2,5 milhões de euros, correspondente a compra do atacante Diego Tardelli. O caso estaria sendo analisado pelo Tribunal Arbitral do Esporte, na Suíça.

+ Flamengo e Fluminense são acusados pelo MP no caso Heverton

+ Botafogo pode perder 6 pontos no Brasileirão

A notícia foi publicada na manhã desta quarta-feira pelo site da ESPN. Procurado pelos jornalistas responsáveis pela nota, o diretor jurídico do Atlético-MG, Lásaro Cândido da Cunha, informou que o caso ainda está em aberto, ao contrário do que dizem os representantes da equipe árabe no Brasil.

Ainda segundo a publicação, caso condenado, o Galo poderia sofrer graves sanções, que passam pela perda de pontos, rebaixamento e, até mesmo, exclusão do Campeonato Brasileiro.

A contratação anunciada no dia 2 de fevereiro de 2013, foi fechada em 5,5 milhões de euros, a serem divididas em duas prestações. O banco BMG, patrocinador máximo do Galo, arcou com a primeira parcela no valor de 3 milhões de euros, cabendo ao Atlético-MG, honrar com a segunda. Com o atraso, o valor foi corrigido, chegando a quantia de 3,3 milhões.

Artigos Relacionados

Leave a Comment