Notícias 

Thiago Silva admite mágoa após deixar de ser capitão da seleção

Zagueiro da Seleção afirma tristeza com decisão de Dunga e sente falta de companheirismo de Neymar

Thiago Silva falou de seu retorno à seleção brasileira e emoção e mágoas tomaram conta de sua entrevista. Emoção pelo retorno e mágoa por ter pedido a braçadeira de capitão para Neymar, além disso, o zagueiro queria um certo esclarecimento da comissão técnica, o que não aconteceu.

– Não tem que partir de mim (a conversa). Ele (Neymar) não veio falar comigo. Não falei com ninguém, foi sem conversa. E é isso que deixa chateado. Nesse momento, falar para vocês que estou feliz, eu não estou. Momento triste, mas faz parte do futebol. Vou procurar fazer o meu trabalho para ajudar o grupo da melhor maneira. Disse Thiago Silva.

+ Veja os gols escolhidos para concorrer o prêmio Puskas

+ Gre-Nal foi eleito o melhor clássico do Brasil

O zagueiro, hoje reserva de Miranda, afirmou que sentiu-se como se tivesse perdido totalmente o seu espaço na Seleção ao ver Dunga nomear o atacante do Barcelona como capitão da equipe.

– Parece que você perde um espaço, que te tiraram alguma coisa. Estou triste. É notável. Parece que te tiraram uma coisa que te pertencia. Na primeira vez que eu tive a chance de ter a braçadeira, quando o Robinho me passou e falou que era para mim ou para o Daniel Alves, eu não fiz a mínima questão de pegar porque o Daniel tinha mais tempo de Seleção do que eu. Alguns meses depois, o Mano perguntou se eu gostaria de ser o capitão e, de primeira, eu disse que sim. Quando você perde é doloroso. Estamos procurando estar o mais tranquilo possível, pensando um pouco para falar. O mais importante é eu estar bem comigo.

Apesar da mágoa com as circunstâncias que o levaram a perder o posto, Thiago Silva também culpou-se por ter ficando sem a braçadeira e por ter sido “barrado” para a entrada de Miranda.

– Eu me machuquei muito rápido na minha volta. Foi um erro meu e estou pagando o preço por esse pequeno erro. São coisas do futebol. Sou um jogador que quero jogar sempre. Voltei dia 2 (de agosto) ao PSG, joguei no dia 9, disputei o jogo todo e empatamos por 2 a 2. Três dias depois, joguei um amistoso contra o Napoli. Esse foi o meu erro e estou pagando.

A seleção brasileira entra em campo amanhã contra a Áustria em jogo amistoso data FIFA.

Artigos Relacionados

Leave a Comment