Notícias 

Ramires e R10 fora da lista; a culpa é da noitada!

Esposa do volante do Chelsea publica fotos de comemoração e complica marido com técnico. Ronaldinho vacila na apresentação e perde confiança do treinador

O volante Ramires, do Chelsea, e o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho, do Atlético-MG, não ficaram fora da lista da Copa das Confederações apenas por questões técnicas. O pouco comprometimento da dupla com o perfil exigido por Luiz Felipe Scolari foi o principal motivo para os jogadores não serem convocados. E a ausência deles na relação dos 23 escolhidos vai muito além dos atrasos na apresentação a dois amistosos da Seleção nas cidades onde moram: no caso do jogador dos Blues, um jantar de comemoração na data marcada para chegar ao hotel em Londres, em março; no caso do craque do Galo, a chegada 25 minutos após o horário estipulado pela comissão técnica – e sem estar em “condições adequadas” – , em abril, antes do jogo com o Chile, em Belo Horizonte.

Por conta de tais atitudes, os dois foram descartados por Felipão para a competição, que acontecerá entre 15 e 30 junho no país. A situação de Ronaldinho Gaúcho é a mais grave. Destaque do Galo na temporada (classificado para as quartas de final da Libertadores e perto do título mineiro após o 3 a 0 sobre o Cruzeiro na primeira final), o craque não rendeu o esperado pela Seleção nas três partidas que disputou com a nova comissão técnica (derrota de 2 a 1 para a Inglaterra, goleada de 4 a 0 sobre a Bolívia e empate de 2 a 2 com o Chile). A situação começou a complicar para o camisa 10 já na forma como se apresentou para o amistoso em BH: passou direto pela imprensa, que o aguardava no saguão, e entrou no hotel pela garagem. Tal atitude incomodou a comissão técnica, que, mesmo assim tentou minimizar a situação na época:

– Ninguém considerou atraso. Não demos importância para isso. Não entendemos por que deram tanto espaço para isso. Às 19h30 ele estava jantando com a equipe – disse o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira.

Apesar do discurso oficial, a situação era outra nos bastidores. Depois da entrada escondida pela garagem, Ronaldinho encontrou-se com Felipão na concentração. E, o pior, não estaria em “condições adequadas”, como revelaram duas fontes ouvidas pelo GLOBOESPORTE.COM. O jogador, que ganhou a braçadeira de capitão contra Bolívia e Chile, sequer olhava para o treinador no rápido bate-papo antes do jantar.

Em campo, a expectativa era que o camisa 10 arrebentasse. Principalmente por jogar “em casa”, com a torcida a favor, no Mineirão. Porém, a comissão técnica avaliou que o meia-atacante não chamou a responsabilidade no empate de 2 a 2 e foi “omisso”, o que acabou sendo determinante para a decisão final da convocação.

Foto publicada pela esposa de Ramires: comemoração de aniversário em 23 de março

Ramires: jantar de aniversário no dia da apresentação

No dia 24 de março, Ramires comemorou 26 anos. Na véspera, o volante organizou um jantar para comemorar o aniversário, em um restaurante em Londres. Porém, o dia 23 era a data marcada para o ex-cruzeirense se apresentar ao médico da Seleção, José Luiz Runco, na capital inglesa, para ser examinado por causa da lesão que o deixou fora do amistoso com a Itália, dia 21, em Genebra.

>> KAKÁ FORA JUNTO COM RONALDINHO TAMBÉM É ALVO DE CRITICAS PELA INTERNET 

Ramires não apareceu no hotel da Seleção na data marcada – o volante alega que não sabia que tinha que se apresentar no dia 23. O atleta chegou ao hotel da delegação apenas no dia 24,acompanhado da médica do Chelsea, Eva Carneiro. Para piorar a situação, a esposa do jogador, Islana Rosa, publicou em redes sociais algumas fotos da comemoração na véspera. Após a confirmação do corte para o amistoso com a Rússia (dia 25), o volante comentou com algumas pessoas no hotel que já esperava estar fora das próximas listas de Felipão:

– Fiz besteira. Sou o culpado por tudo isso. Estou fora da Copa das Confederações – teria dito o volante.

Já com Ramires fora do torneio da Fifa, a esposa do jogador voltou a atrapalhar o marido. Na última terça, dia da divulgação dos 23 convocados, ela usou a internet para desabafar sobre a ausência do volante na lista e atacou a CBF:

– Nada nem ninguém vai tirar esse sorriso, essa garra que só você tem! Que dá tanto o sangue, que hoje infelizmente é só mais um injustiçado em uma Seleção medíocre que vive de panela e máfia! Parabéns, CBF! Parabéns, Brasil. Por isso que não é e nunca mais será o melhor do mundo! – escreveu Islana, que nesta quarta publicou um pedido de desculpas, dizendo que era uma opinião pessoal e não do seu marido.

O agravante é que tanto Ronaldinho Gaúcho como Ramires tiveram os problemas de atraso nas cidades onde moram. Enquanto R10 se complicou em Belo Horizonte, o volante não conseguiu cumprir o combinado em Londres. Na terça, o jogador dos Blues se manifestou em comunicado via assessoria de imprensa e disse acreditar que o incidente em Londres seria o motivo pela decisão de Felipão.

– A médica do Chelsea explicou a todos que o atraso aconteceu por causa de uma falha de comunicação e esclareceu qual era minha lesão. Falei com o Felipão e ficou tudo resolvido. Já fiquei com o grupo da Seleção mesmo estando machucado em outras oportunidades. Além disso, nunca tive caso de indisciplina na carreira.

A comparação com outros dois jogadores da Seleção também prejudicou as situações de Ramires e Ronaldinho. Assim como o volante, o meia-atacante Lucas, do Paris Saint-Germain, foi cortado dos amistosos com Itália e Rússia por lesão. Mesmo assim, viajou para Londres e pediu para ficar concentrado com a Seleção durante o período.

Já o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, foi citado como exemplo no caso de Ronaldinho. O ex-jogador do Fluminense foi chamado por Felipão mesmo com a desconfiança por causa de problemas de disciplina com Dunga e Mano Menezes. O pentacampeão “testou” o atleta e o deixou no banco contra a Itália para ver seu comportamento. Mas acabou gostando do que viu, já que Marcelo teve bom relacionamento fora de campo e entrou com disposição quando teve chance para ganhar a vaga de titular.

Sem os dois, a Seleção se apresenta no próximo dia 27, no Rio de Janeiro, para iniciar a preparação para a Copa das Confederações. A estreia do time de Felipão será no dia 15 de junho, contra o Japão, no Mané Garrincha (Brasília). Depois, pega México (19, no Castelão, Fortaleza) e Itália (22, Fonte Nova, Salvador), pelo Grupo A.

Fonte: globoesporte.com

Artigos Relacionados

Leave a Comment