Copa 2014 Notícias 

A palavra do chefe

Luiz Felipe Scolari concedeu entrevista coletiva após a partida e demonstrou grande preocupação

O treinador da seleção brasileira chegou à entrevista coletiva tentando se conformar em não ter seu principal jogador na semifinal da Copa do Mundo. O técnico reclamou que ninguém deu a atenção devida aos alertas de perseguição a Neymar e considera improvável a utilização do atacante contra a Alemanha, na terça-feira, em jogo válido pela semifinal da Copa do Mundo.

“Acho pouco provável o Neymar jogar, mas temos que ter calma que o nosso plantel é forte”, disse Felipão, enquanto seu camisa 10 estava em uma clínica em Fortaleza.

“Ele levou uma joelhada nas costas e ficou chorando de dor. Não temos uma noção exata, mas não será fácil a recuperação. Pelo que os médicos nos passaram e pela dor que ele sente, sendo coluna. Mas é jovem, com uma vontade muito grande, se cuida, faz tudo que deve ser feito para se recuperar. Vamos esperar que os exames não constatem nenhum problema na coluna e que ele tenha condições de jogo em um tratamento de 48 horas. Só acho difícil”, avisou.

+ David Luiz consola James Rodríguez após o apito final
+ Confirmado! Neymar fora da Copa
+ Fotogaleria do jogo. veja as melhores imagens do confronto Brasil x Colômbia

Para criticar o árbitro espanhol Carlos Velasco Caballo, Scolari até admitiu que seus atletas mereciam punições mais rigorosas. “O juiz vai examinar, ver que errou em uma ou outra jogada também dos nossos jogadores, que dividiram bolas mais rispidamente que o normal. Ele poderia coibir o jog violento nosso e deles em uma outra jogada e o lance com o Neymar poderia não ter acontecido”, imaginou.

“Não acho que foi intencional, foi uma rebatida de escanteio e, quando o Neymar tomou a frente, o rapaz veio para encerar o lance. Mas todos sabem que o Neymar é caçado. Há três jogos temos falado isso e ninguém acha que é verdade, que só jogadores da Alemanha, disso e daquilo são caçados. O Neymar, não”, disse, insistentemente bufando.

Sobre a expulsão de Thiago Silva, Felipão afirmou que o zagueiro fará falta, mas seu substituto (Dante) terá um papel muito importante na equipe, e que irá susbstituir muito bem o capitão da seleção Brasileira.

“Claro que o thiago faz falta, ele é o nosso capitaão, mas seu substituo está à altura e irá fazer muito bem seu papel, tenho certeza” disse Felipão

Uma coisa, porém, chamou muito a atenção em sua entrevista coletiva. Luiz Felipe Scolari disse para que as pessoas passem a valorizar o hino e não menosprezar quando alguém se emociona.

“Temos que valorizar as pessoas que cantam o hino, principalmente as crianças. Antes era obrigatório cantar, hoje não mais, seria muito bom que voltasse, nem que seja uma vez por mês, mas realmente foi emocionante ver todos cantando, inclusive as crianças que vieram em grande número ao estádio. Quero que vocês saibam o quanto é importante cantar o hino. Isso será um legado que a Copa deixarᔠdestacou o treinador da seleção Brasileira.

Artigos Relacionados

Leave a Comment